2 de julho de 2015

Torta de arroz, atum e legumes


Ora aqui está um ingrediente novo na minha cozinha. Atum.

Não gosto, nem sequer do cheiro. Mas sei como é versátil e como é bastante útil para preparar refeições super rápidas.



Óbvio que não comi, fiz para ele. Este prato dá para comer acabadinho de sair do forno e levar no dia seguinte para o trabalho e comer frio. Foi o que ele fez. Ideal para aproveitar restos de arroz. Foi o que eu fiz.

Ultimamente tenho estado um pouco ausente. Foi mudança de casa (again), ainda há muita coisa para organizar e arrumar. São projetos para a renovação da cozinha e doutras divisões que levam meses a serem feitas pelas empresas. Não sabia que muitas vezes temos de esperar meses ou 1 ano para ter um orçamento!!! São juntar agora as duas gatas, uma com 15 anos que está habituada a viver sozinha e a outra reguila com um ano e ter que estar a separar/esconder as comidas, pois a comida da Nokia (a mais velha) custa uma pequena fortuna e é para as características dela! E claro, é verão, já ouve férias e muita praia! :)


Ingredientes:
1 c. sopa de azeite
1 cebola picada
1 dente de alho picado
1 cenoura pequena ralada
1/2 curgete ralada
1/4 chávena de milho
1 1/2 chávena de arroz cozido
2 latas de atum escorrido e desfiado
2 c. sopa de manjericão fresco e picado
queijo ralado
2 ovos batidos

Preparação:

1. Aqueça o forno a 200ºC. Forre um tabuleiro de ir ao forno (19*9 cm) com papel vegetal e reserve. (Eu utilizei uma forma para bolo inglês em silicone);

2. Aqueça o azeite numa frigideira grande em lume médio. Junte a cebola e deixe refogar por 2 minutos. Acrescente o alho, refogue. Adicione a cenoura, a curgete e o milho. Tempere a gosto com sal e pimenta;

3. Retire do lume e transfira para uma tigela. Junte o arroz, o atum, o manjericão e dois terços do queijo. Adicione os ovos e misture bem. Tempere com sal e pimenta;

4. Coloque a mistura na forma preparada e alise a superfície com a parte de trás de uma colher. Polvilhe com o restante queijo. Leve ao forno por 20-25 minutos ou até ter insuflado e gratinado. Retire e deixe repousar por 5 minutos, para arrefecer ligeiramente;

5. Desenforme e corte em fatias.

Deliciem-se!

Fonte: Livro "Dia a dia - receitas para toda a semana" de Mafalda Pinto Leite





18 de junho de 2015

Sopa de cenoura com caril e leite de coco


Hoje trago-vos mais uma receita de sopa que gostei muito. É uma sopa adocicada, como devem saber pelo ingrediente principal ser a cenoura. Mas as especiaria dão-lhe o contraste necessário.


É sem dúvida uma sopa a fazer mais vezes por cá. Eu substituo o leite de coco por natas.

Ingredientes:
1 cebola
1 rama de aipo
5 cenouras
1 iogurte
1/2 l de caldo de galinha
1 c. sopa de caril
1 c. chá de gengibre em pó
azeite a gosto
flor de sal a gosto
pimenta preta a gosto
leite de coco a gosto ou natas

Preparação:

1. Aqueça um fio de azeite num tacho. Refogue a cebola picada finamente. Junte o aipo, também picado e deixe refogar alguns minutos;

2. Corte as cenouras finamente e junte-as ao refogado. Adicione o caril e o gengibre e deixe refogar bem. Tempere com uma pitada de flor de sal e pimenta. Cubra com o caldo de galinha e deixe ferver, 3-4 minutos;

3. Junte o iogurte e envolva bem. Deixe cozinhar por mais 2 minutos e triture tudo;

4. Sirva num prato fundo e decore com um fio de leite de coco.

Deliciem-se!

Fonte: Livro "Na cozinha com Henrique Sá Pessoa"

11 de junho de 2015

Macarons de framboesa


Ora aí estão eles, os famosos, os difíceis, os quebradiços, os melindrosos, os instáveis, os bolinhos que mais me matam a cabecinha na minha cozinha!



Mas desta foi! Desta consegui, que ficassem lisos e brilhantes, sem rachas! Mas estive sempre de olho neles, tal e qual um cão de guarda, mesmo depois de os tirar no forno, estive bem meia hora a olhar para eles, a ver se estes malandros não se rachavam!



Desta vez estava a usar um forno diferente (elétrico com ventilação), mas o que mudei sobretudo foi colocar um termómetro dentro do forno e estar sempre de olho na temperatura! Acho indispensável! Agora está lá sempre.



Esta receita é do meu precioso livro da Ladurée. Sigo todos os passos à risca, não quero fazer nenhum erro, nenhuma falha. Quero que fique perfeito, quero que pelo menos não rachem vá!


Ingredientes:
Compota de framboesa
225g de açúcar
2 c. de café de Vitpris (utilizei uma saqueta de gelatina em pó)
375g de framboesas frescas
1/2 limão

Biscoito macarons
275g de farinha de amêndoa
250g de açúcar em pó
6 claras de ovo + 1/2 clara
210g de açúcar
algumas gotas de corante vermelho

Preparação:

1. Para a compota: Numa tigela, misture o açúcar e o Vitpris. Numa panela, coloque as framboesas e triture com a ajuda da varinha mágica. Aqueça levemente esta polpa e adicione-lhe a mistura açúcar-Vitpris e o sumo de 1/2 limão. Leve à ebulição e deixe cozer 2 minutos;

2. Verta o conteúdo para um recipiente, cubra-o com filme alimentar, deixe arrefecer e leve ao frigorífico;

3. Para o biscoito: Num robot de cozinha, triture a farinha de amêndoa juntamente com o açúcar em pó de forma a obter um pó bem fino. Peneire (muito importante);

O que ficou na peneira

4. Bata as 6 claras em castelo. Logo que elas sejam bem espumosas, adicione 1/3 do açúcar, bata mais 1 minuto. Adicione enfim o açúcar restante e bata mais 1 minuto. Com a ajuda de uma espátula de silicone, incorpore delicadamente às claras em castelo a mistura de farinha de amêndoa-açúcar em pó. Colore o quanto baste com gotas do corante, e adicione por fim a 1/2 clara de ovo antecipadamente batida numa tigela. Misture mais um pouco apenas para que fique um pouco mais mole;


5. Sobre uma placa de forno coberta com papel manteiga ou um tapete próprio para macarons faça pequenos macarons de 3-4 cm de diâmetro com um saco de pasteleiro munido de um bico redondo de 10 mm. Bata levemente com a placa para a massa acabar de se espalhar;

6. Pré-aqueça o forno a 150ºC. Deixe os macarons repousarem ao ar livre 10 minutos, depois enforne-os. Coza-os durante 15 minutos até que ganhem uma ligeira crosta (Aqui estive sempre de olho neles e na temperatura do forno);

7. Retire a placa do forno, depois com a ajuda de um copo, faça escorrer um pouco de água entre a placa e o papel (eleve o papel ligeiramente canto por canto). A humidade e o vapor produzidos pela água sobre a laca quente permite descolar os macarons mais facilmente assim que eles estejam frios. Deixe arrefecer;

8. Descole metade das conchas e vire-as sobre um prato. Com a ajuda de um saco de pasteleiro com um bico redondo ou em estrela, guarneça as conchas já descoladas com uma noz de doce de framboesa e cubra-os com as outras metades;

9. Conserve os macarons 12h no frigorífico antes de os degustar.

Deliciem-se!

P:S: Fiquei sem portátil, onde tenho lá todas as minhas receitas, fotos daquelas que já fiz, que ainda são bastantes. Tinha esta guardada em rascunho praticamente finalizada, por isso consigo publicá-la! Vou ver se me conseguem recuperar os meus ficheiros. :/

Fonte: Livro "Lasurée - Sucré"


1 de junho de 2015

Sopa de raiz de aipo e beterraba


O que fazer com sobras de raiz de aipo e beterrabas a rebolar no frigorífico? Uma sopa super cremosa e com um sabor fascinante, acreditem!


E porque hoje é dia da criança, que tal experimentar junto da pequenada uma sopa cor de rosa? Testem.

Ingredientes:
1/4 raiz de aipo
1 beterraba cozida
1 haste de aipo
1 cebola
1 batata pequena descascada
sal q.b.
1 fio de azeite

Preparação:

1. Comece por cortar a raiz de aipo, a haste, a cebola e a batata em pedaços pequenos;

2. Refogue no azeite;

3. Junte água a ferver até tapar os legumes;

4. Quase no final, adicione a beterraba cortada em pedaços;

5. Passe com a varinha e rectifique o sal.

Deliciem-se!





25 de maio de 2015

Pataniscas de cenoura e beterraba


O que fazer com  os legumes que vão ficando lá pelo frigorífico, para além de sopa? Pataniscas, claro! Não é óbvio?!

Por não o ser, é que eu adoro os meus livros de culinária! E não me venham dizer, para que é que eu quero tantos livros de culinária, se hoje em dia as receitas vão-se buscar à internet.

Respondam por mim sff, quem me percebe!



Se quiserem experimentar, façam realmente o molho. Que ele é espetacular de tão simples que é!! Creio que a receita só resulta realmente bem com os dois componentes.

A receita é da Mafalda Pinto Leite, simples que só ela.


Ingredientes:
1 1/2 chávena de cenoura ralada
1/2 chávena de beterraba ralada
4 ramos de cebolinho picados
1/4 chávena de salsa picada
1/2 chávena de farinha sem fermento
2 ovos
1/2 c. chá de fermento
óleo vegetal para cozinhar
1 iogurte grego natural
3 c. sopa de molho de sweet chilli
sal e pimenta

Preparação:

1. Coloque a cenoura, a beterraba, o cebolinho, a salsa, a farinha, os ovos, o fermento, o sal e a pimenta numa tigela e misture bem;

2. Adicione óleo vegetal suficiente para cobrir a base de uma frigideira de tamanho médio e aqueça em lume médio;

3. Quando estiver quente, junte colheres de sopa cheias da mistura de cenoura e frite por 2 minutos de cada lado ou até ficarem douradas;

4. Seque em papel absorvente. Sirva com o iogurte misturado com o molho de sweet chilli.

Fonte: Livro "Dia a dia" de Mafalda Pinto Leite

14 de maio de 2015

Wrap de frango com molho picante doce


Já apetecem coisas levezinhas, outros tipos de comidas mais práticas e fáceis de preparar, não acham?
Foi exatamente o que fiz num sábado há hora de almoço enquanto o esperava para almoçar. Depois de outras tarefas domésticas, era imperativo preparar algo que desse pouco trabalho e de alguma forma, fosse divertido.



Inesperadamente, neste dia, os irmãos dele acabaram por vir almoçar connosco, portanto, não houve grande problema em preparar mais dois wraps de frango. Quem gosta de picante pode abusar bem mais no molho, porque como ele também é doce, acaba por ser equilibrado.

Na última foto tive uma modelo :) A irmã dele.



Ingredientes (1):
1/2 chávena de frango assado desfiado
1 c. sopa de molho de pimenta doce (sweet chilli sauce)
alface picada
1/2 cenoura ralada
2 c. chá de milho
folhas de coentros
1 wrap de trigo

Preparação:

1. Misture o frango com o molho de pimenta doce;

2. Coloque a mistura de frango, a alface picada, a cenoura e o milho no centro do wrap. Polvilhe com folhas de coentros se desejar;

3. Enrole firmemente para o recheio ficar bem preso (na embalagem vêm várias sugestões de apresentação).

Deliciem-se!

Fonte: Livro "Dia a dia" de Mafalda Pinto Leite

8 de maio de 2015

Cupcakes de beterraba


Embora ele goste de beterraba, habituado a comer nas típicas saladas francesas, não deixou de engelhar o nariz quando a beterraba foi convertida de modo a proporcionar estes inesperados cupcakes.



A massa com um sabor invulgar, característico da beterraba com a cobertura de queijo, manteiga e açúcar é uma combinação que para a mim e para a irmã dele foi assim qualquer coisa de maravilhoso.

"Tal como a cenoura, a beterraba confere aos bolos uma textura densa e humedecida, sem lhes adicionar o sabor terroso."

Contudo, nem todos ficaram completamente apaixonados como nós por estas pequenas delícias.

Por isso nada como experimentarem e deixarem posteriormente a vossa opinião nos comentários.


Ingredientes:
Cupcakes
175g de beterraba cozida
175g de manteiga sem sal
175g de açúcar refinado
3 ovos grandes separados
175g de farinha autolevedante
1 c. chá de extrato de baunilha

Cobertura
110g de manteiga sem sal
300g de queijo creme
110g de açúcar em pó
1 c. chá de extrato de baunilha
granulado de chocolate

Preparação:

1. Aqueça o forno a 180ºC. Coloque as formas nos espaços próprios do tabuleiro para 12 queques;

2. Coloque a beterraba cozida num robot de cozinha ou use a varinha para reduzir a puré. Reserve;

3. Numa tigela grande, use a batedeira para misturar a manteiga com o açúcar até se tornar cremosa;

4. Junte as gemas, a farinha, o puré de beterraba e o extrato de baunilha, formando um creme;

5. Numa tigela à parte, bata as claras em castelo;

6. Deite uma colher de claras sobre a mistura de beterraba e envolva;

7. Incorpore as restantes claras gradualmente;

8. Deite a massa nas formas e leve ao forno cerca de 20 minutos, até os bolos crescerem;


9. Deixe os bolos arrefecerem nas formas durante 5 minutos. Depois coloque-os sobre a grelha para arrefecerem completamente;

10. Para a cobertura, bata a manteiga até se tornar cremosa, junte o queijo e misture bem;

11. Peneire o açúcar em pó e junte o extrato de baunilha, envolva bem;

12. Use um bico redondo largo e um saco de pasteleiro para fazer o efeito da cobertura. Decore com o granulado de chocolate.

Deliciem-se!

Fonte: Fascículo 115 da Pastelaria Criativa